Este site tem certas restrições de navegação. Recomendamos o uso de navegadores web como: Edge, Chrome, Safari ou Firefox.

PORTES GRÁTIS EM COMPRAS SUPERIORES A 40€

Carrinho de Compras

O seu carrinho está vazio

Continuar as Compras

Sabores da Kombucha: Como Adicionar Sabor após a Primeira Fermentação

O processo de adicionar sabor à Kombucha é um processo muito criativo. Ao contrário da receita base, onde os ingredientes são sempre os mesmos, aqui pode usar a sua imaginação e fazer infinitas combinações!

Neste artigo, veremos de que maneira conseguimos alterar o sabor da sua Kombucha, utilizando diferentes chás na primeira fermentação, o ponto de colheita e também como adicionar sabor e aromas.

Se estiver à procura de informações relativas à adição de sabor após a primeira fermentação, este artigo é ideal para si. 

Artigo RelacionadoImportância do Tempo de Fermentação

Saboreie e Aromatize a sua Kombucha

Após a colheita, vamos para a fase mais criativa da Kombucha caseiro, onde há a adição de sabores depois da primeira fermentação e a receita principal.

A Kombucha torna possível alterar o seu sabor e o resultado final através de algumas técnicas e adição de sabores, mas mesmo na receita base, é possível obter diferentes sabores na primeira fermentação a partir das variações da erva Camellia Sinensis, que trazem diferentes perfis gustativos.

Como Alterar o Sabor da sua Kombucha

1. Tipo de chá

Para aqueles que estão a começar no universo da Kombucha, recomendamos manter o mesmo chá durante alguns ciclos de fermentação até que a cultura seja forte e totalmente adaptada às condições de fermentação.

O chá verde, preto e branco, embora todos da erva Camellia Sinensis, têm características diferentes e também podem ser utilizados em combinação.

Chá Branco

O chá branco é o menos processado das três variedades e as suas folhas são colhidas antes de estarem completamente abertas, quando estão cobertas de filamentos brancos.

Chá Branco - Como alterar o sabor da Kombucha

O processo de secagem mais leve traz um sabor mais suave à bebida e assegura a maior quantidade de antioxidantes no resultado final.

Chá Verde
O chá verde é o nosso favorito para fazer Kombucha. O mais equilibrado no sabor e também o que fornece a maior quantidade de nutrientes para a cultura da Kombucha.

Chá Verde

É rico em polifenóis, principalmente galato de epigalocatequina (EGCG) que tem muitos benefícios para a saúde, tais como o aumento da imunidade e a redução do colesterol.

A receita base feita com chá verde resulta numa bebida mais delicada e suave, perfeita para saborizações com ervas aromáticas após a primeira fermentação.

Chá Preto

É o tipo de chá que sofre o processo de oxidação mais longo e o que resulta no sabor mais intenso e frutado.

Tradicionalmente, a Kombucha sempre foi feita com ervas de chá preto e alguns dizem que este é o tipo de chá que tem mais nutrientes para o SCOBY e os seus microrganismos, pelo que as culturas tendem a crescer mais robustamente.

2. Modifique o tempo de fermentação

É possível conseguir diferentes sabores a partir do tempo de fermentação. A cultura da Kombucha é um ser vivo em que, quando à temperatura ambiente, estará sempre a trabalhar e a consumir os nutrientes disponíveis no chá.

Quanto maior for o tempo de fermentação, menos doce e mais ácido/vinagrado será o resultado final. Deve prestar-se atenção às altas temperaturas, porque um ou dois dias a mais no tempo de fermentação, podem fazer com que a bebida ganhe o toque avinagrado.

É importante lembrar que, para a segunda fermentação, é necessário prestar atenção ao ponto de fermentação porque se deseja ainda ter açúcar residual para ser transformado em CO2.

Uma primeira fermentação muito ácida com pouco açúcar é susceptível de demorar muito tempo a ganhar gás. Quem não quiser gaseificar a Kombucha pode bebê-la bem ácida que só irá ingerir uma maior quantidade de ácidos orgânicos, benéficos para o organismo.

Artigo RelacionadoPonto de Colheita da Kombucha e do Tempo de Fermentação


3. Adicione sabor e aromas

Depois de a Kombucha estar no sabor desejado, pode aromatizar e dar sabor à bebida com técnicas de extração a frio ou adição usando ervas inteiras, especiarias, flores, frutas e sumos.

Varias Kombuchas com diferentes sabores

Técnica de Adição  

Neste procedimento, pode adicionar os ingredientes diretamente na sua garrafa. O sabor pode ser extraído de ervas aromáticas, especiarias, flores, plantas, condimentos, assim como fruta fresca, congelada, desidratada ou mesmo sumo de fruta como podemos verificar na fotografia ao lado. Coloque no frigorífico para consumir (se não quiser gaseificar).

Se vai adicionar sumos, recomendamos que utilize uma proporção entre 10 e 20%, mas não mais do que isso, porque a Kombucha pode obter uma percentagem de álcool muito elevada e explosiva! Além disso, certifique-se que o sumo é de qualidade e sem conservantes que são prejudiciais para a Kombucha e os seus milhões de microrganismos nele presentes.

Se estiver a adicionar pedaços de fruta diretamente na garrafa, preste atenção à quantidade do ingrediente e à sua forma. Os pedaços muito grandes que têm de ser empurrados para dentro da garrafa podem ser difíceis de remover mais tarde. A forma também influencia o sabor, porque os alimentos ralados que têm uma maior superfície em contacto com a Kombucha ganham uma maior capacidade de extracção.

Há ingredientes que predominam mais do que outros, por isso preste atenção à quantidade de ingredientes por litro e não se esqueça de escrever as suas receitas. No dia em que fizer a melhor Kombucha da sua vida, não corra o risco de não saber como a fez.

Extração a Frio

Nesta técnica, os ingredientes são adicionados à Kombucha no frio e deixados a curar durante 12 a 24 horas. Os ácidos orgânicos na Kombucha ajudam a extrair aromas e sabores de forma mais eficaz. A necessidade de o fazer a frio é para que a bebida seja tão estável quanto possível e sem fermentação dos ingredientes na bebida.

Os ingredientes podem ser adicionados a um saco de infusor de chá (pano ou nylon), levados ao frigorífico para a infusão a frio e depois serem retirados para engarrafar o líquido limpo. Os sabores também podem ser adicionados diretamente ao líquido noutro recipiente e depois filtrados durante o engarrafamento.

Neste método, consegue-se obter uma bebida mais límpida, com menos resíduos e de sabor e aroma mais equilibrados. Apresentam-se a seguir algumas ideias de quantidades por litro que podem ser combinadas em inúmeras receitas.

Quantidade por ingrediente por litro

  • Gengibre – 15 gramas (2 a 3 rodelas)
  • Curcuma – 10 gramas
  • Canela – 8 gramas (2 a 3 paus)
  • Maçã ralada – 40 a 50 gramas
  • Maçã desidratada – 20 gramas
  • Mirtilo – 6 a 7 mirtilos
  • Limão – casca de um limão + 50 ml de sumo
  • Laranja - casca de um limão + 100 ml de sumo
  • Ananás – 50 gramas
  • Hibisco – 3 gramas (2 a 3 flores)
  • Limonete – 4 gramas
  • Cravinho da índia– 1 grama
  • Hortelã Pimenta – 1 grama

Segunda Fermentação

Depois de escolher os seus sabores, passamos à parte da gaseificação, mais conhecida como segunda fermentação (F2), sem a presença de oxigênio (anaeróbico). Nesta fase, queremos "aprisionar" o dióxido de carbono produzido no interior da garrafa para que seja incorporado no líquido.

É importante lembrar que estas duas etapas são opcionais, uma vez que a Kombucha já apresentará todas as qualidades e benefícios após a primeira fermentação. Novos sabores e gaseificação natural, só abrem mais possibilidades para brindar com uma bebida saudável em qualquer altura do dia.

Conclusão

Esperemos que este artigo lhe tenha dado uma melhor compreensão de como ajustar o sabor da sua Kombucha.

Se tiver quaisquer perguntas adicionais sobre como fazer ajustamentos ou quiser mais informações sobre como adicionar sabores após a primeira fermentação, por favor contacte-nos e teremos todo o gosto em ajudar!

Se procura mais informações sobre como fazer a sua própria Kombucha, não deixe de consultar o artigo sobre como fazer Kombucha em casa. E se precisar de algum dos materiais necessários para este processo, clique aqui para ver o que recomendamos.

Comentários (0)

Deixe um comentário